Preencha os campos abaixo para submeter seu pedido de música:

Papa Francisco recebe jornalistas católicos e pede: ‘Noticiem fatos que criem amizade social’

Francisco convidou a União Católica da Imprensa Italiana “a ser voz da consciência de um jornalismo capaz de distinguir o bem do mal, as escolhas humanas das desumanas”.

Segunda-feira, 23 de setembro de 2019, às 14h00 | Da Redação Vatican News 

Foto: Vatican Media

O Papa Francisco recebeu em audiência, nesta segunda-feira(23) , na Sala Clementina, no Vaticano, a União Católica da Imprensa Italiana, que comemora seu 60º aniversário de fundação. Francisco encorajou os membros da união a levarem adiante a missão de ser uma associação profissional e eclesial que se inspira no serviço às pessoas, no evangelho e no magistério da Igreja, conforme escrito em seu estatuto.

Para renovar sua harmonia com o magistério da Igreja, o Papa pediu para a União Católica da Imprensa Italiana “ser voz da consciência de um jornalismo capaz de distinguir o bem do mal, as escolhas humanas das desumanas”. “O jornalista, que é o cronista da história, é chamado a reconstruir a memória dos fatos, a trabalhar pela coesão social, a dizer a verdade a todo custo: há também uma liberdade oratória do jornalista, respeitosa e não arrogante”, sublinhou.

Segundo o Pontífice, na era digital, a tarefa do jornalista é identificar as fontes, contextualizá-las, interpretá-las e hierarquizá-las e citou como exemplo: “Uma pessoa que morre de frio na rua não vira notícia, mas se caem dois pontos na Bolsa de valores todas as agências falam disso”. “Não tenham medo de inverter a ordem das notícias para dar voz a quem não tem, de contar boas notícias que criam amizade social; de construir comunidades de pensamento e de vida capazes de ler os sinais dos tempos”, afirmou.

Por fim, Francisco convidou a entidade a seguir o exemplo de Manuel Lozano Garrido, primeiro jornalista leigo beatificado em 2010, que viveu nos tempos da Guerra Civil Espanhola, período em que ser cristão significava arriscar a vida.

Da Redação Vatican News.

Deixe seu comentário: